EMPODERAMENTO

Vítima de gordofobia, maratonista corre 50 km e dá lição em hater!

Mirna Valério é, como ela mesma diz, gorda e grande, mas isso não a impediu de superar as próprias barreiras e virar uma maratonista especializada em trilhas.  


Uma vez por semana ela pega seu equipamento e vai desbravar algum caminho íngreme por entre as montanhas do estado de Nova York, onde vive. 


Seu amor pela aventura ajudou a entender o potencial que seu corpo tinha a oferecer. E foi nesse passo que, dia após dia, Mirna conseguiu enxergar beleza e poder de realização em si mesma – mesmo sustentando uma forma que, para os outros, poderia parecer inadequada para o esporte. 

Mirna Valério

Quando resolveu que queria fazer trilhas, Mirna encontrou muita resistência. Seus colegas diziam que estava gorda, que precisava frequentar uma academia antes, que pessoas daquele tamanho não conseguiriam concluir uma maratona. 


Como Mirna reagiu a tudo isso? Ela simplesmente foi lá e fez. 


E fez bonito, sem medo de fracassar ou de chegar em último. 


Isso inspirou diversas outras pessoas a arregaçarem as mangas e superarem seus próprios limites. 


Mas todo o discurso de empoderamento e aceitação não foi suficiente para deter os haters – aquelas pessoas que amam odiar. Quando estava no fim de uma maratona de 50 quilômetros, Mirna se deparou com uma mensagem terrível, que a acusava de fraude. “Você corre na velocidade que eu ando. Nenhum maratonista de verdade está acima do peso, que nem você. Vá à merda”, dizia. 


Mirna identificou que se tratava de uma pessoa gordofóbica. 


Na hora bateu um desânimo, uma vontade de desistir, mas ela logo lembrou de todas as dificuldades que já havia passado para estar ali, da sua capacidade de transpor barreiras e da alegria de cruzar a linha de chegada, que estava logo adiante. Essa sim era a real beleza da coisa. 


Mirna entendeu que, apesar do seu tamanho, é uma maratonista e nenhuma mensagem odiosa irá convencê-la do contrário. 

 


Fonte: Hypeness 

Imagem: Mirna Valério/Instagram/Reprodução