MOMENTO LIFETIME

Vamos libertar os mamilos!

Libertando os corpos das mulheres, um mamilo por vez
Por: LIFETIME Brasil

Aconteceu uma verdadeira revolução nas redes sociais a partir de um post feito por uma estudante islandesa. Com a hashtag #FreeTheNipple, Adda Þóreyjardóttir Smáradóttir, de 17 anos, deu início a uma avalanche de fotos de mamilos femininos ávidos por serem libertados.

 

A campanha já conta com a adesão de celebridades como Keira Knighltley e Miley Cyrus e foca na necessidade de desobjetificar os mamilos e destaca o desejo que nós, mulheres, temos de habitar nossos corpos em liberdade.

Muitas plataformas, como, por exemplo, o Twitter e o Facebook, censuram as fotos de peitos femininos por considerá-las conteúdo sexual inapropriado, mesmo quando são imagens de mães amamentando seus filhos!

 

Adda explica em um dos seus textos: “Para mim, é uma questão de ser como você quer ser. Não usar sutiã ou usar um top transparente. Mas se você se sente confortável usando sutiã, tudo bem também! É somente uma parte do corpo. Os homens também têm peitos e mamilos e podem expô-los quando querem. A mesma regra deveria ser aplicada a todos”.

 

O movimento se tornou viral rapidamente e milhares de mulheres em todo o mundo publicaram fotos de seus seios, exigindo a libertação imediata de seus mamilos. A ideia é derrubar, com um mamilo por vez, a velha ideia machista de perceber nossos corpos como objetos sexuais. Assim como os homens podem decidir andar com o torso descoberto sem serem atacados por isso, nós também deveríamos poder fazê-lo.

 

Obviamente, as resposta hostis não demoraram a chegar. A publicação original foi infestada de comentários com o objetivo de agredir as mulheres que expuseram seus corpos para apoiar a causa. No entanto, as feministas conseguiram neutralizar o ataque dos machos raivosos com uma boa dose de memes e humor ácido.

E você, publicaria uma foto de seus mamilos nas redes?