MAIS LIFETIME

Uma das atrizes que lideraram o movimento #MeToo é acusada de assédio sexual

A atriz e diretora italiana Asia Argento foi uma das vozes mais firmes do movimento #MeToo. No final do ano passado, ela foi uma das tantas mulheres que acusaram o produtor Harvey Weinstein de abuso sexual. 

Há poucos dias seu rosto voltou às capas dos principais canais de notícia do mundo depois de ser acusada de ter assediado um ator, hoje com de 22 anos. 

Jimmy Bennett afirmou que, em 2013, quando ainda era menor de idade, foi abusado sexualmente por Asia. 

O The New York Times publicou uma matéria que mostra que Asia e seu então marido, o cozinheiro Anthony Bourdain (que se suicidou recentemente), pagaram uma quantia de dinheiro milionária a Bennett, para comprar seu silêncio. 

O jovem afirma que foi sexualmente abusado por Asia em um hotel em Los Angeles. Na ocasião, ele tinha 17 anos e ela, 37. Eles filmavam um longa metragem juntos. 

Asia emitiu um comunicado em que nega as acusações do jovem e diz que foi o marido que caiu na chantagem do ator. “Estou chocada e ferida depois de ter lido notícias falsas. Nunca tive qualquer tipo de relação sexual com Bennett”, declarou a atriz. 

Só que, pouco depois do comunicado de Asia, o site TMZ vazou para a imprensa uma selfie dos dois deitados numa cama. 

Asia Argento


Não perca a nova temporada de PROJECT RUNWAY: ALL STARS - toda quinta, 21h30! 


Fonte: La Nación | Imagen: Denis Makarenko / Shutterstock.com