ATLANTA PLASTIC

Tatuadores devolvem autoestima a mulheres vítimas de câncer

Técnica reconstrói o mamilo de quem teve o seio retirado
Por: LIFETIME Brasil

Uma ideia inspiradora tem ajudado mulheres vítimas de câncer de mama a recuperarem a autoestima.

 

Tatuadores de todo o mundo têm oferecido, gratuitamente, o serviço de reconstituição de mamilos a quem sofreu mastectomia – retirada ou mutilação do seio por causa da doença. 

 

Um deles é Mark Corliss, tatuador que vive no estado de Massachusetts, nos EUA.  Depois de descobrir que muitos estúdios estavam cobrando uma fortuna para fazer uma reconstrução de mamilo, ele decidiu virar o jogo. 

 

 

“Foi quando percebi que uma pequena parte do meu tempo poderia ajudar bastante gente”. 

 

 

Desde então o tatuador tem oferecido seus serviços gratuitamente para mulheres vítimas de câncer de mama. “Adoro colocar um sorriso no rosto de quem passou por uma longa e dolorosa jornada”, diz. 

 

No Brasil ações similares são cada vez mais comuns – ainda bem! No Rio de Janeiro, mais de 400 mulheres já fizeram a tatuagem de reconstituição com o tatuador Roberto Santos, que não cobra nada pelo serviço.  

 

Em São Paulo, Miro Dantas desenvolveu uma técnica super realista de reconstituição de mamilo. Ele atende gratuitamente a uma mulher por semana e está com a agenda lotada. 

 

 

Em São José dos Campos, interior de São Paulo, um projeto atende gratuitamente vítimas de mastectomia usando uma técnica de micropigmentação, que exige retoque a cada dois anos. A tatuadora responsável é Tati Stramandinoli. 

 

Veja os endereços a seguir: 

 

Miro Dantas

Rua Fradique Coutinho, 1225 – Vila Madalena – São Paulo 

(11) 984431264 ou (11) 3360-3609

 

Beto Tattoo - Roberto Santos 

Av. Ataulfo de Paiva, 1174 – Leblon – Rio de Janeiro

(21) 983-461-172

 

Tati Stramandinoli

Av. Aclimação 205 – São José dos Campos/SP

(12) 3931-8033

 

 

 

 

Não perca ATLANTA PLASTIC. Toda sexta, às 22h50.

 


Fonte: Buzzfeed e MdeMulher 

Imagens: Shutterstock,  Mark Corliss/Instagram  e Miro Dantas/Divulgação