MOMENTO LIFETIME

Roselyn Sánchez, paixão pela atuação e justiça social

Roselyn Sánchez nasceu em Porto Rico em 1973. Após três anos na Universidade Nacional de San Juan, ela decidiu se dedicar à sua verdadeira paixão: a atuação. Abandonou sua ilha natal e foi para Nova York, para realizar seus sonhos.

 

Uma breve passagem pelo teatro e várias aparições em filmes hollywoodianos fizeram com que ela ganhasse, em 2013, um papel na famosa série de TV “Devious Maids”. Nela, Roselyn interpreta Carmen Luna, uma porto-riquenha que chega a Los Angeles fugindo de um passado obscuro e que sonha em ser cantora.

 

A atriz é conhecida tanto por seu talento e sua beleza latina deslumbrante quanto por seu compromisso com os mais necessitados. Ela estrelou várias campanhas da PETA em defesa dos direitos dos animais. Em uma delas, realizada em 2008, chegou a pousar nua em protesto ao consumo de peles.

Além disso, em 2016, um ano crítico para a sociedade e para a política norte-americana, ela expressou publicamente seu apoio aos imigrantes e às minorias. Uniu-se ao movimento #IAmAnImmigrant, do qual também fazem parte figuras como Lupita Nyong’o, Wilmer Valderrama e (claro!) Gina Rodriguez.

 

No filme “Death of a Vegas Showgirl”, Roselyn interpreta a dançarina, também porto-riquenha, Doborah Flores-Narváez, que foi assassinada de forma macabra por seu namorado em 2010, após um ano de um relacionamento violento. A jovem ficou desaparecida por 1 mês antes de encontrarem seu cadáver.

Roselyn explica que se reuniu por horas com parentes da vítima antes de aceitar o papel no filme. A semelhança surpreendente com a jovem e o desejo da família em contar a histórias a convenceram de ficar com o papel.

 

Ela acredita que, além de resgatar a memória de Deborag Flores-Narváez, o filme pode ajudar muitas mulheres a identificarem os sinais de um relacionamento doentio e se afastarem antes que seja tarde demais.

 

Que outras celebridades envolvidas em causas sociais você conhece? Se quiser conferir o trabalho incrível de Roselyn Sánchez, não perca “Death of a Vegas Showgirl”.