MAIS LIFETIME

Polícia paquistanesa resgata menina de 10 anos que seria forçada a casar com homem de 50

A polícia paquistanesa conseguiu resgatar uma menina de 10 anos, que seria forçada a se casar com Jeetmal Mehar, um homem 40 anos mais velho. 

Os investigadores descobriram que homem Mehar pago cerca de R$ 24 mil à família da menina, em troca da mão da criança. Os pais aceitaram a negociação por estarem em dívida e com problemas de saúde. 

"Meu marido estava doente e para que ele pudesse se tratar, aceitamos a proposta. Nem eu ou ele queríamos cometer uma injustiça com a nossa menina, mas não tivemos escolha. O noivo também disse que não exigiria dote e que arcaria com todas as despesas do casamento”, disse a mãe, Masmat Manghrio.

O casamento foi interrompido por meio de uma denúncia anônima. 

No Paquistão, casamento infantil é crime e pode render até dois anos de prisão, com possibilidade de aumento da pena. Onze pessoas foram presas na operação, incluindo a própria mãe da vítima. O noivo conseguiu escapar. A justiça ordenou que a menina fosse morar com seus avós maternos até a conclusão da investigação. 

A pobreza extrema e a cultura local levam muitas meninas paquistanesas a casamentos forçados. Segundo estimativas do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), 3% delas são obrigadas a se casar antes de completar 15 anos.


Acompanhe a vida de três casais que só irão se conhecer no dia do casório: CASAMENTOS ARRANJADOS - Terça, 20h30


Fonte: Último Segundo | Foto: Mirror/Reprodução