MAIS LIFETIME

Pela primeira vez, mulher latina preside a Assembleia Geral da ONU

A Assembleia Geral da ONU, órgão mais importante da diplomacia mundial, será presidida, pela primeira vez em sua história, por uma mulher latino-americana, a equatoriana María Fernanda Espinosa Garces. Ela recebeu 128 dos 190 votos válidos na eleição, que ocorreu nesta semana. 

Espinosa é ministra das Relações Exteriores do Equador e teve como concorrente outra mulher: a hondurenha Mary Flores. Ela dedicou a vitória a todas as mulheres e disse que irá trabalhar com afinco. 

Seu trabalho no Equador é centrado nos direitos humanos e ao acesso à justiça pelos imigrantes, refugiados e incapazes. “A integração, a cooperação e a união dos povos são fundamentais para a convivência pacífica e o desenvolvimento das nações”, declarou.


Você toparia casar com alguém que nunca viu? CASAMENTO À PRIMEIRA VISTA - toda terça, 21h30!


Fonte: El País | Imagem: Galeria del Ministerio de Defensa del Perú (Flickr), via Wikimedia Commons