MOMENTO LIFETIME

Novo livro Lupita Nyong’o quer ensinar crianças negras a amarem a própria cor

Lupita Nyong’o, reconhecida internacionalmente por seu talento como atriz, sua beleza extraordinária e seu comprometimento com o trabalho humanitário, decidiu dar um passo além na sua carreira artística e explorar o mundo da literatura infantil.

Segundo anunciou há algumas semanas na sua conta do Instagram, a atriz escreveu um livro intitulado “Sulwe” (que significa “estrela” em Luo, o dialeto nativo de Lupita). A obra tem como público-alvo crianças entre 5 e 7 anos de idade, e será publicada pela editora Simon & Schuster em janeiro de 2019.

A protagonista da história é uma menina queniana de 5 anos de idade, que, a partir de uma aventura fantástica, aprenderá a aceitar sua cor de pele e a ver a beleza de maneira diferente.

Lupita nasceu no México e, ainda muito pequena, mudou-se com sua família para o Quênia, país de origem dos seus pais. Ela começou sua carreira em Hollywood em meados dos anos 2000, como assistente de produção e, em 2013, fez sua grande estreia no filme “12 Anos de Escravidão”. Por causa de seu trabalho nesse filme, Lupita se tornou a primeira mexicana-queniana a ganhar um Oscar.

Como ativista, participa de ONGs como GLAAD (Gay & Lesbian Alliance Against Defamation) e Mother Health International (que presta assistência a mulheres grávidas e crianças em áreas pobres, entre outras atividades). Além disso, mostrou seu apoio aos movimentos #MeToo, Time’s Up e #IAmAnImmigrant.

“Sulwe” inclui muitos de seus aprendizados e experiências pessoais. Apesar de ser considerada uma das mulheres mais bonitas do mundo, Lupita viveu toda a sua infância se sentindo desconfortável com seu tom de pele e teve que percorrer um longo e difícil caminho de aceitação e amor próprio. A atriz espera que seu primeiro livro sirva de inspiração para que todos possam viver com alegria em sua própria pele.

 


Não perca a nova temporada de  JANE THE VIRGIN. Toda quarta, 21h10.

 


Fonte: Actitud Fem 
Imagem: Shutterstock