MAIS LIFETIME

Mulher se oferece para gestar bebê da irmã que morreria se engravidasse

Lauren Hooper, de 31 anos, tem um desejo febril de ser mãe. Mas uma condição cardíaca rara a impede de levar o sonho adiante. 

O problema foi descoberto quando Lauren ainda era ainda bebê. Ela passou por várias cirurgias na infância e, já na vida adulta, depois que se casou, descobriu que a condição poderia matá-la caso engravidasse. 

Segundo os médicos, seu coração não suportaria a rotina de uma gravidez. 

Seria o fim de um sonho que ela cultivou durante toda a vida. 

Seria, não fosse sua irmã, Ebony Huitt, de 35, que já é mãe de dois filhos – um de 9 e outro de 6 anos – oferecer-se para gestar o filho da irmã. 

"Me oferecer para engravidar do bebê de Lauren nunca foi realmente uma decisão que eu tive de tomar. Era algo que já estava em mim, antes mesmo de eu ter meus próprios filhos", disse. "Somos tão próximas, que é simplesmente natural nos ajudarmos em tudo". 

O próximo passo era fertilizar embriões e implantá-los no útero de Ebony. Foram três tentativas até tudo dar certo. 

Agora o bebê está crescendo saudável, com 25 semanas de vida. Ah, e é um menino. 


Não perca DANCE MOMS. Sexta, 22h.


Fonte: Revista Crescer  | Imagens: Arquivo pessoal/Reprodução