PROJECT RUNWAY

Moda hygge, uma moda baseada no conforto

A moda já não incomoda
Por: LIFETIME Brasil

Tomar um banho com velas, música suave e sais aromáticos, beber uma xícara quente encolhida no sofá ao lado do seu ser amado, curtir um bom livro em uma tarde de inverno diante de uma lareira. Os dinamarqueses resumem todas essas atividades aconchegantes em uma só palavra: hygge.

 

Na verdade, mais que uma palavra, é uma filosofia de vida. O povo dinamarquês, considerado o mais feliz do mundo, aplica esse conceito, baseado no conforto, no prazer e no relaxamento, a todos os aspectos da sua vida cotidiana. Inclusive, na moda!

 

E não é de estranhar que a tendência esteja se expandindo por todo o mundo. A moda hygge se baseia no conforto das roupas, mas também em sua funcionalidade. Não se trata de passar o dia de pijamas e chinelos! O que se busca é traduzir o essencial da roupa que usamos dentro de casa para o traje que usaríamos fora dela.

 

Para obter o look hygge, não podem faltar os casacos folgados, com mangas e golas largas, os sapatos baixos com pele no seu interior, as calças esportivas, os cachecóis grandes usados como se fossem cobertores e todos os itens de lã que se puder encontrar.

 

A mesma ideia se aplica ao cabelo, preso de qualquer jeito ou solto, aos acessórios – somente os essenciais – e à maquiagem ou à falta dela.

 

Já podemos nos despedir dos saltos desconfortáveis, dos jeans apertados que prendem a circulação e das saias que não nos deixam respirar. Graças à moda hygge, o prazer, o bem-estar e a felicidade se transformaram em elementos mais importantes de nossos trajes.

 

E você, seguiria essa nova tendência? Que roupa que não pertence à moda hygge você não conseguiria deixar de usar? Se quiser conhecer outras propostas originais e revolucionárias de estilo, não deixe de ver PROJECT RUNWAY. Toda terça, às 22h.