EMPODERAMENTO

Mãe desafia sexismo e cria roupas anti-princesas para meninas

Uma mãe, cansada de só encontrar roupas curtas, apertadas e em tons pastéis para a filha, decidiu, ela mesma, criar peças que dessem às meninas a possibilidade de pular, correr, subir em árvores e se movimentar livremente. 


Foi assim que Sharon Choksi resolveu criar a Girls Will Be, uma marca de roupas para meninas bem diferente daquilo a que estamos acostumados. 


Enquanto fazia pesquisa de mercado, Choski ficou boquiaberta ao descobrir que as roupas feitas para meninos e meninas da mesma idade eram absurdamente diferentes. Primeiro, os shorts para garotas têm mais ou menos um terço do tamanho da mesma peça para meninos. As camisetas são mais estreitas, com mangas menores.


Na Girls Will Be rela resolveu fazer uma modelagem intermediária. Nem tão longa quanto as de menino nem tão curtas quanto o padrão definido para as meninas. As cores vão bem além do rosa e as peças não têm frufrus, brilhos ou curvaturas. 


“A ideia é quebrar estereótipos e permitir que as meninas brinquem e ajam feito crianças”, diz o site da marca. 

 


Fonte: Bored Panda 

Imagens: Girls Will Be/Instagram/Reprodução