MAIS LIFETIME

Mãe de Demi Lovato fala sobre overdose da filha: “achei que ela fosse morrer”

A mãe de Demi Lovato, Dianna de La Garza, revelou o pesadelo que passou ao descobrir a overdose da filha, que aconteceu em julho. 

“É muito difícil falar sobre isso. Eu ainda me tremo quando lembro daquele dia”, disse. 

Segundo Dianna, ela soube do ocorrido por mensagens que invadiram seu telefone. Na sequência, veio a ligação da assistente de Demi, Kelsey. “As palavras que saíram da sua boca foram as mais difíceis que uma mãe poderia ouvir”. 

Ao saber do ocorrido, Dianna correu para o hospital e encontrou a filha em péssimo estado. “Eu só pude dizer a ela que estava lá, que a amava”. 

Os dias seguintes foram críticos. “A gente não sabia se ela conseguiria se recuperar”. Demi passou quase dez dias internadas e, assim que foi liberada, ingressou numa clínica de reabilitação. 

“Agora ela está bem, está feliz, saudável, sóbria, recebendo ajuda de profissionais”. 

Demi tinha um sério problema com drogas. Quando teve overdose, o site TMZ informou que foi devido ao uso abusivo de heroína, mas outras fontes negam a história. Na verdade, Demi teria passado mal depois de consumir oxicodona, um opiáceo poderoso, combinado  com medicamentos. 


Não perca a nova temporada de PROJECT RUNWAY: ALL STARS - toda quinta, 21h30! 


Fonte: Yahoo | Foto: Dianna De La Garza/Arquivo