MAIS LIFETIME

Jasmine abre o jogo sobre Pequenas Grandes Mulheres: “Algumas pessoas pequenas não gostam da gente”

O Pequenas Grandes Mulheres: Los Angeles já está na oitava temporada, e sem sinais de que vai parar por aí. 

A série está repleta de dramas e bafões – e, convenhamos, com Terra, Tonya, Elena, Christy e Jasmine no elenco, não poderia ser diferente. 

Jasmine Sorge, de 34 anos, entrou para o elenco na terceira temporada e imediatamente virou a queridinha dos fãs.

Fiel a seus amigos e família, essa mãe de família surgiu como amiga de Briana Renee, foi integrada ao grupo e, desde então vem passando pelas turbulências de estar em meio a mulheres com personalidades tão fortes. 

O segredo para se dar bem nesse caldeirão? Segundo ela, ser totalmente sincera.  

“Acho que mudei um bocado desde que comecei a abrir a minha vida um pouco mais. Quando você entra num programa desses, não sabe o que esperar, não sabe sobre o que falar. Quanto mais eu expunha minha vida, mais eu ia fortalecendo laços com as outras. Dessa forma consegui me aceitar e me amar um pouco mais”, conta ela.

Na temporada mais recente, Jasmine finalmente começou a ter aulas de canto (uma paixão que ela nutre há tempos) – chegando, inclusive, a se apresentar no restaurante da família - , seu marido, Chris, descolou um novo emprego e sua amizade com Elena ficou ainda mais forte.

Mas obviamente, nem tudo é um mar de rosas em Pequenas Grandes Mulheres. 

Com sinceridade, Jasmine conta que não sabe o que a comunidade de pessoas pequenas pensa delas.

“Ou eles amam ou odeiam a gente. Sei de alguns que estão felizes com o programa e de outros que nem tanto assim”.

Em paralelo, a pequena tem trabalhado duro para manter o casamento, os filhos e os desafios pessoais que surgem pela frente – como seu problema de saúde no couro cabeludo. 

Questionada sobre quem causa mais problema no programa, ela desconversa: 

“Acho que é algo que todas nós temos. Vai muito do dia. Às vezes sou eu, às vezes é Elena, às vezes é Terra, às vezes Christy ou Tonya. Tem dias que o peso é tão grande que não dá para segurar, e o jeito é explodir mesmo. Lá, todo mundo é muito sensível”. 


Fonte: Channel 4 | Imagens: Instagram/@jasminesorgelwla