MAIS LIFETIME

Finalmente desvendaram o segredo por trás do nome de Marylin Monroe

Em agosto de 1946, enquanto a bela Norma Jeane Dougherty assinava contrato com a 20th Century Fox, começou a busca por um nome que fosse mais “vendável”. 

Ela mal poderia imaginar que essa busca resultaria num dos nomes mais icônicos do século XX, sinônimo de beleza e sensualidade.

Mas a busca pelo nome perfeito não foi rápida nem deliberada.

Marylin, que nasceu Norma Jeane Mortenson, e depois foi batizada como Norma Jeane Baker, acabou virando Norma Jeane Dougherty depois do casamento. Na época, ela tinha apenas 20 anos de idade. 

Os executivos de Hollywood não gostavam do som de Dougherty e sugeriram mudar. Chegou-se a cogitar nomes como Carol Lind ou Meredith.

A própria atriz sugeriu Monroe, que era um dos sobrenomes da sua mãe. 

Ben Lyon, um dos executivos, sugeriu Marylin pensando em sua ex-amante, Marylin Miller, que era uma estrela de musicais da Broadway na época. 

Nascia naquele momento o mito Marylin Monroe. Dez anos mais tarde, ela mudou legalmente seu nome e adotou a alcunha artística até o fim da vida.

Essa história, que por anos foi alvo de especulação, veio à tona depois que uma fotografia autografada por Marylin foi a leilão. Nela há uma dedicatória ao executivo que desvenda todo o mistério por trás do seu nome: 

Marylin Monroe

“Caro Ben, você me encontrou, me deu um nome e acreditou em mim quando ninguém mais acreditava. Te agradeço muito. Amor para sempre. Marylin”. 


Não perca o especial A VIDA SECRETA DE MARYLIN MONROE - Sábado, dia 8, a partir das 20h40


Fonte: Time | Imagens: Lucian Milasan / Shutterstock.com e Cortesia da família de Marian Nixon Seiter