EMPODERAMENTO

Este banco de imagens mostra o que é diversidade de verdade

A publicidade é uma área notória pela pouca diversidade. Dominada por pessoas altas, brancas e magras, está longe de dialogar com a real dimensão das diferentes caras, corpos e cores que encontramos pelas ruas das cidades brasileiras. 


O problema é tão evidente que cerca de 65% das pessoas em geral não se sentem representadas nos comerciais. 


Para mudar essa realidade e trazer mais representatividade para os meios de comunicação, uma agência criou um banco de imagens diferente, o Mulheres (In)Visíveis. Nele há, por enquanto, 100 fotos de negras e brancas, gordas e magras, trans, lésbicas e crespas – todas 100% livres de estereótipos. Esses são justamente os tipos que a publicidade tradicional não mostra.

Mulheres (In)Visiíveis

 

Mulheres (In)Visíveis

Mulheres (In)Visíveis

Outro detalhe importante: as mulheres retratadas no banco não usam a sexualidade como ponto central, como também é comum na publicidade atual.


As fotos podem ser compradas em sites especializados, como Fotolia e Adobe Stock. Parte do valor arrecadado será usado para criar novas imagens e ampliar ainda mais o perfil de mulheres, incluindo idosas e pessoas com necessidades especiais. 

 


Fonte: B9 

Imagens: Mulheres (In)Visíveis