MOMENTO LIFETIME

Esses são os países mais felizes [e os mais tristes] de 2018, segundo a ONU

Por: LIFETIME Brasil

A ONU acaba de divulgar o ranking dos países mais felizes do planeta em 2018. Esse ano, a medalha de ouro ficou com a Finlândia. 

O país desbanca a Noruega, que ocupava o topo da lista no ano passado. O título não é exatamente uma surpresa: nos últimos anos, os países nórdicos (Suécia, Noruega, Finlândia, Dinamarca) seguem alternando as primeiras posições. 

No fundo da lista estão os países da África Subsaariana ou aqueles que estão imersos em guerras. Esse ano, Burundi tornou-se o mais infeliz local do planeta, superando a República Centro-Africana. 

Togo, na África, foi o que mais subiu na escala: 17 posições. Quem mais caiu foi a Venezuela, com 20 posições abaixo do ano passado (agora está em 102º). 

O Brasil caiu seis posições em relação ao ano passado e agora ocupa a 28ª posição. 

Para realizar o estudo, a ONU leva em conta fatores de bem-estar em 156 países: economia (baseada na renda per capita), apoio social, expectativa de vida, liberdades individuais, generosidade da população e nível de corrupção percebida. 

Esse ano o estudo tem uma novidade: o índice de satisfação das pessoas refugiadas. Por coincidência, a Finlândia também levou o título de quem acolhe melhor os imigrantes refugiados. 

Veja a relação dos mais e dos menos felizes de 2018: 


Mais felizes:

1. Finlândia

2. Noruega

3. Dinamarca

4. Islândia

5. Suíça

6. Holanda

7. Canadá

8. Nova Zelândia

9. Suécia

10. Austrália

11. Israel

12. Áustria

13. Costa Rica

14. Irlanda

15. Alemanha

16. Bélgica

17. Luxemburgo

18. EUA

19. Reino Unido

20. Emirados Árabes

28. Brasil

 

Menos felizes: 

147. Malaui

148. Haiti

149. Libéria

150. Síria

151. Ruanda

152. Iêmen

153. Tanzânia

154. Sudão do Sul

155. República Centro-Africana

156. Burundi


Não perca a nova temporada de UnReal. Segunda, 22h50.


Fonte: BBC