MAIS LIFETIME

Dianna Williams, de Bring It!, quer que você também seja uma mulher de negócios

Ela é empresária, bailarina, autora de livros e a mente visionária por trás de Bring It!, um dos programas mais vibrantes da televisão. 

Dianna Williams – ou Miss D ou Coach D – não para nunca. Além do bem-sucedido The Dancing Dolls, ela toca mais três estúdios de dança, faz constantes turnês pelos EUA e segue mudando a vida de meninas por todo o país. 

Tudo começou em 1993, quando Miss D assistiu a um campeonato de Majorette, o estilo de dança que ela mais gosta atualmente. Naquele momento ela se apaixonou e tentou fazer parte da equipe. Fez mais de seis testes e nunca conseguiu entrar – mas em vez de desistir, usou de toda força de vontade para montar sua própria companhia de dança. 

Nesse processo, ela descobriu que muitas mulheres negras de sua cidade –  Jackson, no Mississippi –  precisavam de uma perspectiva positiva de vida – e encontrariam isso na dança.

Veja abaixo três dicas simples de Miss D para ser bem sucedida em tudo que você se proponha a fazer: 

TRABALHE DURO – O sucesso de Miss D não veio por acaso. Ela se dedicou de corpo e alma à criação do time e da companhia: estudou exaustivamente sobre dança, aprendeu a costurar (ela fazia os uniformes), a administrar negócios e a incentivar suas meninas todos os dias. O resultado veio mais tarde: “Ver as Dolls florescerem e os negócios se multiplicarem é muito compensador. Mas tudo foi feito passo a passo, não teve nada instantâneo.” 

AME AQUILO QUE VOCÊ FAZ – Miss D conta que ouviu de sua avó que ser a melhor naquilo que você se propõe a fazer não é o suficiente. É preciso amar todos os aspectos do que você faz. Por isso organização é importante, conscientizar as meninas é importante, persistência, saúde física, equilibrar dança e escola, tudo é importante!

USE A INTERNET A SEU FAVOR – Não dá para fugir das redes sociais. Elas são um fenômeno, especialmente entre os mais jovens. É preciso saber usar as ferramentas a seu favor, especialmente para divulgar eventos, criar uma rede de apoio e dar uma identidade ao seu projeto.


Fonte: Forbes