VALORIZE SEU TEMPO

Cinquentonas e em forma: como essas filósofas mudaram de vida aos 45 do segundo tempo

Por: LIFETIME Brasil

Samantha Brennan e Tracy Isaacs são amigas há 25 anos e sempre se interessaram muito mais pelo intelecto do que pelo corpo. 

Até pouco tempo atrás, elas não davam a menor bola para exercícios físicos. 

Em 2012, quando faltava pouco para a chegada dos 50 anos, bateu aquele clique. Era preciso correr atrás do prejuízo, repensar a prática de atividades e estar em forma para a chegada da idade nova. 

Foi então quando as duas resolveram arregaçar as mangas e começar de alguma forma. Além das metas, criaram um blog chamado “Fit is a Feminist Issue” (“Fit é uma questão feminista”) para registrar todo o processo. 

Seis anos depois, vieram os resultados. Samantha, por exemplo, já foi de bicicleta de Toronto a Montreal (são mais de 600 km de distância), subiu dois níveis no Aikido e agora está envolvida com remo. 

Tracy participou de sete triátlons, cinco meias-maratonas e uma maratona completa. 

Toda essa transformação virou livro, escrito pelas duas: Fit at Mid-Life: A Feminist Fitness Journey (Fit na meia-idade: uma jornada feminista-fitness). A narrativa traz conselhos e reflexões que querem se manter em forma na meia-idade. 

“Nessa idade, muitas mulheres deixam de prestar atenção ao que os outros pensam. Isso abre uma oportunidade e tanto para experimentar coisas novas ou retomar hábitos saudáveis deixados para trás”, explica Samantha. 

“O corpo também é um assunto político e social. Muitas mulheres abrem mão de atividades físicas para cuidar dos filhos ou da família – elas são ensinadas desde cedo a abnegar de seus desejos. Não estamos falando de perda de peso, e sim da busca por qualidade de vida, das coisas boas que o exercício pode trazer: confiança, sucesso e saúde”, completa Tracy. 

O conselho das filósofas é claro: mulheres, não é preciso esperar a chegada dos 50 para começar! Quanto antes, melhor! 


Perder peso nã oé fácil, mas pode ser divertido. FIT TO FAT TO FIT - toda terça, às 22h.


Fonte: The Star | Imagem: Ruth Kivilathi / Divulgação