MOMENTO LIFETIME

Chamada de gorda pela indústria da moda, modelo dá resposta surpreendente

Com 1,77 de altura, a modelo Charli Howard cabia facilmente num manequim tamanho 36. 

Mas ser alta e magra não era o bastante para o mundo da moda. Por diversas vezes ela perdeu trabalho por ser considerada “gorda demais”. 

Para quem passava horas na academia e comia apenas uma maçã por dia, ouvir algo similar um pesadelo. Não foram poucas as vezes que a modelo desmaiou durante um ensaio fotográfico.

Mas uma hora ela cansou. E em vez de se sentir culpada e envergonhada, resolveu dar uma resposta à altura. 

No Facebook, mandou um grande F*-se para agência para a qual trabalhava e arregaçou as mangas em busca de algo mais significativo.

O post acabou viralizando e logo depois veio a resposta: Charli havia se transformado numa grande ativista a favor do corpo-positivo e virou inspiração para as pessoas que sofrem com os mesmos problemas de alimentação e ansiedade que ela sofria até pouco tempo. 

No último dia 15 de fevereiro, a ex-modelo lançou um livro chamado “Mistif” (“Inadequada”, na tradução) no qual revela em detalhes  sobre como foi viver esse pesadelo fashion. Ainda não há previsão de lançamento no Brasil.


Em FIT TO FAT TO FIT, 10 personal trainers vão comer o que um americano com excesso de peso come e depois vão tentar perder tudo de novo, junto com seus clientes sedentários. Toda terça, às 22h.


Fonte: Daily Mail 
Imagens: Instagram/@charlihoward/Reprodução