MAIS LIFETIME

Avril Lavigne volta à cena e abre o jogo sobre a doença de Lyme

De uma hora para outra, ela saiu de cena, no auge da carreira. Algumas pessoas chegaram até a elaborar teorias de que a cantora Avril Lavigne estava morta e uma sósia havia sido colocada em seu lugar. Outras afirmavam categoricamente que ela havia abandonado a música para sempre.

Besteira!

A verdade é que há alguns anos Avril vem travando uma batalha contra a doença de Lyme, uma condição infecciosa sem cura transmitida pela mordida do carrapato. 

Agora, ela resolveu falar abertamente sobre o que vem passando. 

Os sintomas (febre, fadiga extrema, problemas nas articulações) começaram a se tornar mais evidentes durante uma turnê da cantora em 2014. 

“Eu me sentia dolorida, fatigada, não conseguia levantar d cama – o que havia de errado comigo?”, relevou em entrevista à revista Billboard – em que aparece poderosíssima na capa. 

Ela passou por inúmeros médicos e até diagnosticar a doença foram vários e vários meses. “Fiquei na cama por dois anos. É uma *&ˆ%$#”. 

Avril conta que chegou a pensar que iria morrer. Uma noite, sem conseguir respirar, a cantora conta que começou a rezar e que, nesse momento, se sentiu como se tivesse se afogando. A sensação virou tema do seu mais novo single, “Head Above Water”.

Voltar ao estúdio foi outro desafio. Nervosa, ela chegou a duvidar de si mesma – mas viu que o talento ainda estava lá quando soltou a voz. 


Nova temporada de PEQUENAS GRANDES MULHERES! Toda segunda, 20h40. 


Fonte: ET | Imagens: Instagram/@avrillavigne