MAIS LIFETIME

4 detalhes chocantes sobre a vida de Whitney Houston e Bobby Brown

Quase cinco anos depois da morte da cantora, o ex-marido de Whitney Houston, Bobby Brown, resolveu abrir a boca e atiçar fogueira de polêmicas que incendeia a vida do casal até hoje.

Em entrevista à revista People que se seguiu ao lançamento de seu livro de memórias, Every Little Step, Brown fala sobre uso de drogas, casos extraconjugais e violência doméstica. 

Em meio a todo esse turbilhão estava a pequena Bobbi Kristina, a filha do casal que acabou falecendo pouco depois da mãe, em 2015, também por uso de drogas. 

Confira algumas da revelações mais bombásticas de Bobby Brown: 

1. Uso de drogas

O vício de Whitney piorou depois do nascimento da filha – “Talvez porque ela teve que ficar sóbria durante a gravidez”. Era comum o casal aparecer drogado em frente à pequena Bobbi ou deixá-la desamparada. “Isso continuou por anos e anos e nossa filha viu tudo. Hoje, quando penso sobre isso, sinto uma dor enorme”. 

2. Violência doméstica

Brown foi acusado e condenado por violência doméstica em 2003. Em um conflito envolvendo o fornecedor de drogas do casal, ele conta que em certo momento se virou, puxou o braço e bateu no rosto da esposa. “Assim que aconteceu, eu percebi, atônito, que havia cruzado uma linha a qual jamais poderia retroceder: daquele em momento em diante eu seria para sempre um agressor de mulheres”. 

3. Sexo

O casal tinha um notório apetite sexual e ambos cultivavam casos extraconjugais. “Ela traiu primeiro”, conta Brown. Foram inúmeros casos com produtores e artistas ao longo dos anos e alguns deles, segundo o cantor, “ainda me veem como amigo”.  E arremata: “quando descobri o primeiro, fiquei devastado. Aí pensei: se você pode, eu também posso”.  Diz a lenda que Bobby chegou a se envolver com Janet Jackson e Madonna. 

4. O falso aborto 

Logo após o noivado, Whitney liga para Bobby dizendo que sofreu um aborto espontâneo. Ele estava em turnê e ela no set de filmagem de “O Guarda-Costas”. Bobby então largou a agenda de shows, pegou um avião e foi amparar sua então noiva. Ao encontrá-la, ficou desconfiado. “Não sou médico, mas ela não demonstrava a dor de quem havia sofrido um aborto. Fora que nunca vi evidência de gravidez. (...) Quando a confrontei sobre o assunto, ela apenas confirmou que estava, sim, grávida. Mas não acreditei. Até hoje penso que essa história foi plantada pela equipe de Relações Públicas dela para justificar ao público porque a princesinha da América casaria com um cara como eu”. 


Vem dançar com a gente! Já está no ar a nova temporada de BRING IT! Toda sexta, a partir das 20h40


Fonte: People.com | Imagem: Shutterstock.com